segunda-feira, 31 de maio de 2010

Sensei Joil no Brasileiro de Karate da SKI em Rio Bonito.

Infelizmente não fui tão bem quanto o Gabriel.
Quando vi o garoto ganhar o terceiro lugar, pensei: "agora a minha responsabilidade amentou...rs".
Fiz uma luta, para mim, razoável, mas aquém do que eu pretendia fazer.
Larguei na frente tentando ganhar logo a luta (por conta do problema que estou de respiração), marquei dois pontos e quando só faltava um ponto para fechar a luta deixei o adversário chegar ao empate. Deveria ter administrado a vantagem até o tempo acabar e não o fiz.
Na prorrogação a mesma coisa, saí na frente, não administrei a luta, senti o cansaço e perdi por dois a um.
O adversário 6 anos mais jovem e muito duro, me dava a impressão de que eu batia em uma parede. Ele mereceu a vitória, apesar de na prorrogação eu ter reclamado com um bandeira da marcação de um ponto para ele que eu não concordei, acreditando que o ponto era meu.
Enfim, campeonato é assim mesmo a gente tem que estar sobrando, nunca na conta, para que os juízes não tenham dúvida, mas depois de anos sem competir e com os meus 51 para 52 anos, não fiquei muito deprimido...rs
Agradeço ao Sensei Vicente pelo convite de participação.
Agradeço aos Presidentes da Interestilos, que permitiram a minha participação, mesmo não sendo daquela Federação.
E faço um agradecimento especial ao Sensei Penha pela tão calorosa recepção e o carinho que sempre dispensa a minha pessoa todas as vezes que vou a um de seus eventos, e a homenagem que me prestou me presenteando com um lindo troféu. Além do que é um prazer ter em minha casa um troféu de um Campeonato homenageando o Mestre Furusho, que foi meu amigo e um dos padrinhos do meu primeiro casamento, juntamente com sua esposa. Que Deus o tenha!



Segue abaixo a minha luta para análise, de todos.

O primeiro ponto o golpe que marcou foi "comido" por quem filmou. Foi uma linda sequência de kizami, gyaku e um mae-geri. Cumprimentei e parti para cima, foi tão rápido que o cinegrafista não teve tempo nem de filmar...rs. Mas, mais de 4 minutos de luta foi demais para a minha rinite medicamentosa que me deixou totalmente sem oxigênio.

video

Oss!
Joil - Sensei

O garotão foi lá e trouxe uma medalha.



O Gabriel foi lá no Campeonato Brasileiro de Karate da SKI em Rio Bonito - RJ e quase volta faixa vermelha.
A promessa era que se ele tirasse, pelo menos um segundo lugar no kumite, hoje eu daria de presente uma faixa vermelha para ele. Resultado, conseguiu um bonito terceiro lugar.
Além de ter lutado bem o garoto tem sorte. Ficou de baia logo na primeira rodada e não lutou.
Na segunda fez uma execelente luta administrativa marcando todos os pontos de Gyaku-zuki, conforme foi orientado.
Na terceira luta sentiu o peso de lutar com um adversário maior, mais forte e mais tarimbado de competição que ele, um faixa vermelha com bom domínio de koto, para sua idade. Mesmo assim Gabriel ainda marcou ponto nele e sempre partiu para frente.
No kata fez um kata quase perfeito para um faixa branca, tendo sido garfado vergonhosamente o seu terceiro lugar, pelo menos. O terceiro lugar, um faixa amarela, parecia que estava desfilando no koto, base com o calcanhar levantado, sem kime, horrível, mas como era da cidade deram para ele o terceiro lugar do Gabriel, que deixou de voltar com duas medalhas.
Oss Gabriel, parabéns pela coragem e pelo resultado.

Vejam o kata e as lutas do nosso medalhista.

video
O Kata

video
Kumite 1

video
Kumite 2

video
A premiação

domingo, 9 de maio de 2010

Entrevista com Lyoto antes da Luta com o Shogun

video

Conheça um pouco mais sobre esse karateca Lyoto Machida
http://www.machidalyoto.com.br/pt.html

Lyoto perde para Shogun no UFC 113



Desta vez não deu para o Lyoto.
Shogun veio disposto a não dar chance da luta ser decidida pelos juízes.
Lyoto começou bem, demonstrando que tinha uma defesa para os chutes nas pernas desferidos pelo Shogun, o que mais o incomodou na primeira luta,mas logo no orimeiro round um soco de direita derrubou Lyoto e Shogun dando mais uns quatro ou cinco socos depois da queda liquidou Lyoto.
Foi uma luta de campeões, daquelas tipo Flamengo e Corinthians com dois times bem arrumados, qualquer um podia ganhar.
Eu na minha singela opinião, de 37 anos praticando karate, achei o Lyoto mal preparado na primeira luta, apesar de ter a convicção que ele ganhou, e continuei com a mesma impressão na segunda.
Lyoto parece estar acima do peso, cansando com facilidade.
Em muitos momentos com uma guarda muito baixa, até mesmo para um karateca.
E seus socos não produziam mais os mesmos estragos dos socos no início de suas lutas no MMA, o que dá moral ao oponente que parte para cima sem acreditar numa pegada "mortal".
Diferentemente de Shogun, se mostrando mais ativo, com uma pegada muito forte, tanto que nocauteou com um bom soco de direita.
Karate é um esporte de velocidade e força final de impacto e não se vence uma luta batendo, batendo e o oponente assimilando a pancada, algo está errado.
Parabéns ao Shogun pela incontestável vitória e parabéns para o Lyoto por sua postura, pela sua capacidade, por seu espírito aguerrido, estando certo que uma derrota por nocaute é sempre uma fatalidade.
Nós karatecas nos alegramos com as vitórias do Lyoto e nos entristecemos com sua derrota, mas luta é isso, um dia vencemos outro dia perdemos, mas o mais importante é o que aprendemos com essas vitórias e com essas derrotas.
Gosto da luta do Shogun, gosto da luta do Lyoto e os considero excelentes representantes brasileiros da artes marciais e com certeza Lyoto irá repensar os seus treinamentos e sua alimentação.
Não acredito que ele deve modificar a sua forma de lutar, mas precisa melhorar o preparo físico, buscar uma pegada mais forte e entrar focado na vitória.
Finalizando, achei essa luta muito prematura. Lyoto sofreu uma cirurgia na mão retornando aos treinos somente em janeiro, o que com certeza prejudicou muito seus socos no treinamento. É impossível se recuperar de uma cirurgia nas mãos em três meses, já que é um local onde ocorrem os maiores impactos.
Enfim, há muito dinheiro investido nisso e muita gente queria ver o Shogun de novo no ring conta o Lyoto, inclusive o dono do UFC.
Oss!
Joil

Nota da imprensa

Assim como avisou em suas entrevistas que antecederam o UFC 113, o brasileiro Maurício "Shogun" Rua partiu para cima do compatriota Lyoto Machida e conquistou o cinturão do peso meio-pesado do evento americano de vale-tudo na madrugada deste domingo, em Montreal, no Canadá.

A esperada revanche começou muito mais movimentada do que a luta de outubro de 2009, vencida por Lyoto, e Shogun acertou uma sequência de socos no 1º round para acabar com a invencibilidade do adversário na modalidade, que durou 16 combates. O juiz encerrou a disputa com 3min35.

A performance arrasadora também encerra a polêmica iniciada na última luta entre os dois. Em um combate técnico, com pouca ação, Lyoto foi declarado vencedor por decisão unânime dos juízes, apesar de grande parte dos especialistas, entre eles o presidente do UFC Dana White, ter visto vitória de Shogun.

Em sua auto-avaliação, o desafiante concluiu que precisaria ser mais agressivo e não dar margens para dúvida. De volta ao octógono, cumpriu as palavras e procurou a contato a todo momento.

Buscou os chutes baixos, assim como na primeira luta, mas encontrou Lyoto com a defesa pronta. Shogun teve dificuldades de acertar golpes, levou contra-ataque e foi derrubado duas vezes antes de acertar um soco que desestabilizou o oponente.

Relembrando os momentos de ouro em sua carreira, quandou foi campeão do extinto Pride (evento de vale-tudo do Japão), não perdeu a oportunidade e com Lyoto já caído castigou com socos que acertaram em cheio a cabeça do adversário.

Com Lyoto rendido no chão, o juiz interrompeu a luta e Shogun pôde comemorar a conquista do cinturão do UFC. O novo campeão tem um cartel de 19 vitórias e quatro derrotas na carreira, sendo que no evento americano venceu três lutas e perdeu duas.

Lyoto, por sua vez, conheceu sua primeira derrota no vale-tudo. No UFC, o lutador conseguiu vitórias expressivas contra Tito Ortiz e Thiago Silva antes de levar o cinturão em maio de 2009, após derrotar o então campeão Rashad Evans.

Fonte:http://www.abril.com.br/noticias/esportes/ufc-113-shogun-nocauteia-lyoto-novo-campeao-557654.shtml

sábado, 8 de maio de 2010

Hoje, dia 08 de maio de 2010. Lyoto novamente vs Shogun no UFC

Sábado, 08/05/2010, 10h11
Lyoto enfrenta novamente Shogun pelo título do UFC

Lyoto deu o recado: quando entra no ringue é pra valer

Hoje (8) à noite o bicho vai pegar: de um lado, o ídolo paraense Lyoto Machida, dono de 16 vitórias em 16 lutas em MMA (sigla inglesa que define artes marciais), especialista em Karate Machida, Brazilian Jiu-Jitsu e Sumô e atual dono do cinturão dos meio-pesados do Ultimate Fighting Championship (UFC). No outro lado do ringue está o curitibano Maurício Shogun Rua, com 18 vitórias, sendo 15 delas por nocaute em MMA, forte nas técnicas de Muay Thai, Jiu-Jitsu brasileiro e Wrestling (luta livre).

Quase seis meses depois do primeiro confronto marcado por polêmicas, finalmente chegou o momento do tão esperado reencontro: os meio-pesados Lyoto Machida e Maurício Shogun Rua voltam a lutar pelo cinturão do UFC, em Montreal, no Canadá. A expectativa é de que o segundo combate seja bem mais objetivo do que aquele do final do ano passado, em Las Vegas (EUA), em que o ídolo paraense levou a melhor ao vencer por pontos, em uma luta marcada pelo equilíbrio.

Devido a circunstâncias do primeiro combate, surgiram boatos de que Shogun teria afirmado que Lyoto venceu na sorte, e que a era da família Machida teria acabado. Quanto aos depoimentos do adversário, o campeão do UFC foi bem claro. “Não me importo com o que vem de lá (Shogun). Eu me preocupo apenas com aquilo que vou fazer, estou muito seguro do que farei dentro do ringue. Quando eu vou para a luta, não estou indo para nenhuma brincadeira”, avisa Machida.

Para o reencontro de hoje, Machida passou por um longo período de treinamento intenso, onde também trabalhou bastante a concentração psicológica, através de suas meditações. Tudo para vencer novamente e desta vez não deixar qualquer dúvida, já que a vitória de Lyoto na luta passada foi bastante contestada por Shogun, que alegou ter sido bem mais ofensivo e merecedor do cinturão.

E o foco está tão voltado para a luta de hoje que Lyoto decidiu viajar para Montreal com uma semana de antecedência, para ir logo se adaptando às condições climáticas e à alimentação do local. Antes do embarque, Lyoto prometeu: “farei o possível para vencer por nocaute. Se depender de mim, o cinturão não sai do Pará”.

Fonte: http://www.diariodopara.com.br/N-89302-LYOTO+ENFRENTA+NOVAMENTE+SHOGUN+PELO+TITULO+DO+UFC.html

sábado, 1 de maio de 2010



O Grupo Seishin agradece a visita do Sensei Amauri e seus alunos no nosso Dojo.
Essa visita muito nos gratificou, nos dando oportunidade de treinar com pessoas e características diferentes, que como sabemos, é fator primordial para o bom desenvolvimento nos treinamentos.
Esperamos um novo encontro para o mais breve possível.
Oss!