terça-feira, 27 de abril de 2010

Seishin no SINJUTSU DOJO - Argentina



O Grupo Seishin Karate-Do Kyokai agradece aos irmãos de karate argentinos, em especial ao SINJUTSU DOJO, na pessoa do Sensei Tomàs Gonzalez, pela recepção do nosso colega de treino Paulo Diaz.
Paulo Diaz por uma breve passagem pela Argentina treinou no Shinjtsu Dojo, onde foi muito bem recebido, podendo compartilhar dos ensinamentos oferecidos pelo Sensei desse nobre Dojo.
O grupo Seishin agradece e abre as suas portas para los hermanos da Sinjutsu Dojo, convidando-os, desde logo, para que todas as vezes que passarem pelo Rio de Janeiro possam nos engrandecer com suas nobres presenças.
Oss!
Joil Pimentel Dias - Sensei

domingo, 25 de abril de 2010

Campeonato de Karate da Interestilos

Hoje participei de um campeonato aberto da Federação de Karate Interestilos do Rio de Janeiro.
O campeonato foi na cidade de Piabetá, Distrito do Município de Magé.
Antes de tudo quero dizer que fiquei bem impressionado com a cidade de Piabetá. Uma cidade bonita, limpa e bem organizada, muito diferente da cidade de Piabetá que eu conheci há alguns 30 anos atrás.
O evento foi realizado em uma escola, com o apoio da prefeitura da cidade e do dono da fábrica dos refrigerantes Paquera, o conhecido guaraná Tobi.
Fui convidado pelo faixa preta Vicente, que fez a cortesia de me levar ao evento.
Lá participei das arbitragens e depois me empolguei em participar do kumite master categoria acima de 50 anos.
Só tinham dois participantes e eu perdi a luta, por um wasari, para o campeão dos outros anos. Foi uma luta boa, técnica, com alguns, digamos, problemas na arbitragem, mas o que importa é que quem ganhou é um karateca com a máxima expressão da palavra.
O moral da estória é que nessa luta ganhei um amigo, o Sensei Eziel, que me convidou para participar dos treinamentos em seu dojo, o que farei tão logo tenha oportunidade de tempo.
Pude ainda rever antigos amigos como: o Sensei Penha, o Sensei Paulo e o Sensei Lotis (não sei bem como escreve o nome dele), todos da velha guarda, hoje comandam a Interestilos e me receberam com muito carinho e respeito.
Estive com outros tantos colegas de kimono, conhecidos de tantos anos, e me desculpem eu não recordar ou apontar todos neste comentário, mas simplesmente sou péssimo de nomes.
Também fiquei muito feliz em encontrar um ex-aluno dos bancos escolares da Universidade onde dei aula, no curso de Educação Física, comandando uma exibição de Kung-Fu, onde ele era o mestre, o meu amigo Reginaldo.
Enfim, foi um dia bem gratificante, apesar do segundo lugar com apenas dois participantes, mas o importante foi mais uma vez estar no koto competindo depois de anos sem lutar em uma competição, já que a última, foi pela própria interestilos, em 1998, onde na oportunidade me sagrei campeão carioca de kumite e kata.
A luta foi gravada pelo Sensei Vicente, pelo celular, mas não ficou nada boa, de qualquer forma deixo-a registrada aqui, para que vocês possam tirar suas conclusões.
Reparem que lutamos no sol da tarde, que invadiu o local de competição.
Eu sou o que está em cima do vídeo, o aka.
Oss!
Sensei Joil Pimentel Dias

video

Filmoteca da Seishin - Oyama - O Lutador Lendário



Esse filme conta a história de um dos maiores mestres de karate de todos os tempos, Oyama, o criador do estilo de karate Kyokushinkai.
Oyama, apesar de ser Coreano consegue o reconhecimento dos japoneses e deixa um enorme legado para o karate japonês.
Se você quer assistir, baixe o filme no link abaixo sem ter que se cadastrar em nada.
O filme está no formato avi.
Bom divertimento.
Oss!

http://www.megaupload.com/?d=6PVTYLXK

sexta-feira, 23 de abril de 2010

Falando de Budo

o budo não é a repetição directa da prática guerreira das artes marciais. É sim um conceito moderno que visa uma formação global do homem, intelectual e física, através das disciplinas tradicionais de combate; sendo “budo” o termo geral que abarca o conjunto dessas disciplinas.
No Japão, quando se discute o espírito da prática do kendo, do judo ou do karaté, utiliza-se frequentemente a palavra “enquanto”. Por exemplo, o kendo “enquanto” desporto ou o kendo “enquanto” budo.
O budo evoca imagens de seriedade, severidade, ritual, respeito pelos antepassados e pelo mestre, meditação silenciosa... nessas imagens, o budo transmite a impressão de uma prática conservadora e de uma atitude austera. O dojo evoca a imagem serena de um espaço sombrio e de pavimento liso que se opõe à do desporto, sob as luzes fortes de um ginásio ou do ar livre. Com efeito, quando se fala em desporto, a imagem é mais livre e, de certa forma, mais ensolarada.
No Japão, quando se fala de budo a propósito do karaté, trata-se tanto de uma prática dura, na qual não se evita o combate ao KO, como de uma prática austera que se afasta completamente da competição. Alguns associam-no a um treino ascético na montanha, sendo a confrontação à violência a caracteristica.
Noutras disciplinas, como no tiro com arco, insiste-se no aspecto espiritual e a harmonia na prática cerimonial é tal que a ideia de combate está excluída.
Existe portanto, no Japão, uma tendência para definir o budo pelo seu aspecto de austeridade e de duração.
Fonte: http://usagikendo.blogspot.com/2005/11/o-que-o-budo.html

Bushido, o código de honra

Conheça os dez ensinamentos que norteavam a vida dos samurais

por Redação Made in Japan
25.04.2007

Museu Tokyo Edo



Cenas de luta: o guerreiro devia estar preparado para viver ou morrer

Sem medo da morte



Desenho de ukiyo-ê de um samurai



Se o samurai manchasse a sua honra, a de seus ancestrais ou a do senhor feudal, ele deveria cometer o seppuku, o suicídio ritual com a própria espada.

Os samurais surgiram no século XII para defender os feudos dos xoguns nas inúmeras guerras internas que ocorriam no país. Eles tinham um rígido código de honra, o bushido, que significa caminho do guerreiro, cujo objetivo era aperfeiçoar o caráter por meio de rígidas regras de disciplina e comportamento.

O bushido tinha como principais itens:

1. A busca de uma morte digna. O samurai deveria estar pronto para morrer a qualquer momento;

2. A preservação da honra pessoal, de seus ancestrais e de seu senhor;

3. Ao falhar ou manchar sua honra, dos ancestrais ou de seu senhor, o samurai teria de cometer o suicídio ritual, o seppuku;

4. O guerreiro deveria sempre carregar consigo o seu par de espadas. A espada era a sua alma;

5. Ser corajoso. Melhor morrer do que ser chamado de covarde;

6. Ser justo e benevolente com os mais fracos, mas exigir respeito;

7. Manter sua palavra a qualquer custo;

8. Dedicar-se às artes como forma de aperfeiçoamento;

9. Ter gratidão à família e às pessoas que o ajudaram;

10. Lealdade ao seu senhor e dedicação ao trabalho.

Os samurais desapareceram do Japão no período Meiji, com a perda de sua hegemonia e de seus privilégios.

Algumas escolas desses guerreiros sobreviveram e ensinam o que atualmente é chamado de kenjutsu.

Bonita iniciativa do Governo de Alagoas

17/04/10 12:03

Alagoas sedia campeonato Brasileiro de Karatê


O Campeonato Brasileiro de Karatê está sendo realizado no Ginásio do Sesi, no Trapiche da Barra, durante esse final de semana. Estiveram presentes, na abertura oficial do evento, o Prefeito de Maceió, Cícero Almeida; o presidente da Federação Alagoana de Karatê, Jadirgilson Couto; o presidente da Federação Brasileira, Edgar Ferraz e o Secretário Municipal de Esportes, Eduardo Canuto.

Na oportunidade, Eduardo destacou a importância da realização do campeonato na cidade. ‘Queremos transformar Maceió num celeiro de realizações de eventos como este. Nós conseguimos através do apoio da Federação e da Prefeitura trazer 800 atletas, de 20 estados brasileiros’, diz.

O campeonato está dividido nas categorias infantil, mirim e juvenil.

Vila Olímpica

Segundo Eduardo Canuto, Maceió deve inaugurar uma Vila Olímpica, no Vilage Campestre, o projeto vem sendo tocado pela Prefeitura de Maceió e vai abrigar, também, a nova sede da Secretaria Municipal de Esporte e Lazer (Semel).

‘Com esse espaço, poderemos trazer ainda mais campeonatos para Maceió, é uma oportunidade da secretaria de esportes interagir também, com a secretaria de turismo, pois esses eventos atraem muitos atletas, movimentando nossa cidade.’, destacou.

por Kelly Baeta/Al em Tempo Real
Fonte: http://www.alemtemporeal.com.br/?pag=esportes&cod=7080